Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Marina cobra que Forças Armadas ‘desautorizem’ Bolsonaro

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A ex-ministra Marina Silva (Rede-AP) usou o Twitter na manhã desta segunda-feira, 4, para destacar a necessidade de que as Forças Armadas desautorizem o discurso do presidente Jair Bolsonaro, feito ontem, durante ato em frente ao Palácio do Planalto.

A ex-candidata à Presidência Marina Silva

A ex-candidata à Presidência Marina Silva Foto: Hélvio Romero/Estadão

“A dupla ameaça feita pelo presidente ao participar de manifestações antidemocráticas precisa ser urgentemente desautorizada pelas Forças Armadas, sob pena de chancelarem a afirmação de estarem ao seu lado apoiando seus devaneios autoritários contrários à Constituição”, escreveu Marina.

Ontem, aos apoiadores, o chefe do Executivo disse: “Vocês sabem que o povo está conosco. As Forças Armadas, ao lado da lei, da ordem, da democracia, da liberdade e da verdade, também estão ao nosso lado. Quanto aos algozes, peço a Deus que não tenhamos problema esta semana, porque chegamos no limite. Não tem mais conversa. Daqui para frente, não só exigiremos. Faremos cumprir a Constituição. Será cumprida a qualquer preço.”

Como você leu no BRP, alguns generais do Exército já se adiantaram para dizer que as Forças Armadas não corroboram com as mensagens em tom golpista do presidente.

Tudo o que sabemos sobre:

Marina SilvaForças ArmadasJair Bolsonaro