Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Marina não quer ser nem cruz, nem espada

Equipe BR Político

Em agenda em Curitiba (PR), Marina Silva tentou se colocar como alternativa ao “plebiscito” entre Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) que avizinha em um possível segundo turno. “Não podemos permitir que as eleições se transformem em um plebiscito, uma escolha entre a cruz e a espada”, afirmou.

“(Contra) A cruz da corrupção e a espada que estimula o ódio e o preconceito, nós somos a mudança que o Brasil precisa, as coisas boas vamos preservar e as coisas erradas nós vamos reparar e punir”, disse, de acordo com reportagem do Estadão.