Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Marina rebate Bolsonaro: ‘Soberania não é falta de compromisso’

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva (Rede) rebateu nesta quarta-feira, 30, o comentário feito mais cedo pelo presidente Jair Bolsonaro sobre a soberania brasileira ser “inegociável”. A fala do chefe do Executivo foi em resposta à oferta financeira feita pelo democrata Joe Biden, que afirmou que, se for eleito em novembro, vai oferecer US$ 20 bilhões para o País parar as queimadas.

A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva

A ex-ministra do Meio Ambiente Marina Silva Foto: Hélvio Romero/Estadão

“Nossa soberania sobre a Amazônia é inquestionável, mas isso não quer dizer falta de compromisso e responsabilidade com uma região tão importante e estratégica para o equilíbrio do planeta e o futuro da humanidade”, escreveu a política da Rede Sustentabilidade no Twitter.

Na sequência de mensagens publicadas na rede social, a ex-ministra ainda lamentou ver a citação ao Brasil como “ameaça à segurança climática do mundo” no debate presidencial dos EUA. “É triste, muito triste, vermos o nosso país ser citado no debate das eleições dos EUA como uma ameaça à segurança climática do mundo, quando até bem pouco tempo éramos tidos como parte da solução”, disse.

Marina destacou uma das falas do democrata  durante o debate. “Biden disse que se a devastação não parar, o País enfrentará consequências econômicas significativas. O anúncio por si só já é constrangedor, independente do resultado eleitoral”, completou.

Tudo o que sabemos sobre:

Marina SilvaJoe BidenAmazôniasoberania