Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Marina relembra que Maduro e Putin já venceram ‘prêmio’ concedido a Bolsonaro

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A ex-ministra Marina Silva (Rede) usou o Twitter para relembrar que o prêmio de corrupto do ano, vencido em 2020 pelo presidente Jair Bolsonaro, já foi concedido em edições anteriores a nomes como o presidente russo, Vladimir Putin, e aos comandantes de Venezuela e Filipinas, Nicolás Maduro e Rodrigo Duterte, respectivamente.

“Em edições anteriores, o prêmio corrupto do ano foi para Putin, Maduro e Duterte. Como se não bastasse ter colocado o Brasil na condição de pária ambiental, agora Bolsonaro figura nessa galeria. Esse é o reconhecimento internacional dado ao presidente”, escreveu Marina.

Segundo o Organized Crime and Corruption Reporting Project (OCCRP), um consórcio internacional que reúne jornalistas investigativos e centros de mídia independente de todo o mundo, Bolsonaro recebeu o título de 2020 por seu papel na promoção do crime organizado e da corrupção. O grupo destaca a denúncia contra o senador Flávio Bolsonaro (Republicanos), filho do presidente, no caso das “rachadinhas” na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

Tudo o que sabemos sobre:

Marina SilvaJair Bolsonarocorrupto do ano