Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Marinha é a que mais sofre com cortes

Equipe BR Político

O corte de 44% no orçamento das Forças Armadas vai atingir principalmente a Marinha. O contingenciamento anunciado pelo governo afetará projetos estratégicos do setor. O Ministério da Defesa ainda discute quanto cada uma das três Forças perderá individualmente. Dos R$ 13,1 bilhões do orçamento deste ano das Forças Armadas, foram congelados R$ 5,8 bilhões, informou o Estadão.

Um dos projetos mais afetados é a construção de quatro corvetas que seriam usadas na fiscalização de áreas como o pré-sal e a chamada Amazônia Azul. Segundo o porta-voz da Presidência, Otávio do Rêgo Barros, ao anunciar o congelamento, “o bloqueio decorre da necessidade de adequação à lei orçamentária e ao teto de gastos”.