Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Mario Frias se vangloria de exonerar especialista na Lei Rouanet

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O secretário de Cultura do governo Jair Bolsonaro, Mario Frias, se vangloriou nas redes sociais de ter exonerado da pasta um dos maiores especialistas em Lei Rouanet do País. “Estranho seria manter esse tipo de pessoa no governo Bolsonaro”, disse. No caso, Frias exonerou Odecir Praia da Costa, que atuava como diretor do Departamento de Fomento Indireto da Secretaria de Cultura.

“Maior especialista em Lei Rouanet? É notório que essa lei foi usada para o PT comprar a classe artística e aquela parte da grande imprensa sempre ignorou esse fato”, disse Frias, replicando uma postagem do deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).

Como mostra O Globo, o próprio ator utilizou por duas vezes a lei de incentivo à cultura. A primeira em 2003, por meio da empresa Mercúrio Produções, na qual pediu um valor de R$ 284 mil, mas só conseguiu arrecadar R$ 59 mil.  Em 2007, pediu R$ 700 mil para a produção da peça teatral “O Rei dos Urubus”, mas não obteve sucesso na arrecadação e o pedido acabou arquivado.