Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

MBL de braços dados com o Novo em 2020?

Equipe BR Político

Lideranças do Movimento Brasil Livre (MBL) que ocupam cargos políticos podem engrossar o caldo de candidatos do Novo para as próximas eleições. O partido tem buscado ampliar presença no Legislativo paulistano. Como você leu no BRP, tanto DEM quanto MBL já foram alvo de ataques bolsonaristas.

Eleito pelo DEM, o vereador  Fernando Holiday (SP), um dos fundadores do MBL, está negociando sua transferência para sigla. Mas isso passa pela mudança de uma cláusula do estatuto do Novo que precisaria ser  modificada para receber Holiday: a proibição de que parlamentares deixem o mandato pela metade. Segundo aliados, o projeto de Holiday é se reeleger vereador nas eleições do próximo ano e depois, em 2022, tentar uma vaga na Câmara dos Deputados, segundo o Estadão.

Além do vereador, o coordenador nacional do MBL, Renato Batista, filiou-se ao Novo e está participando do processo seletivo para vai disputar uma vaga de vereador no ano que vem.

Também entra nesse caldeirão das próximas eleições, neste caso da de 2022, o plano do próprio MBL de se tornar um partido. O movimento aguarda o sinal verde do TSE para começar a coletar assinaturas para a criação de uma sigla.

Tudo o que sabemos sobre:

MBLDEMNovoFernando Holiday