Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

MBL hostilizado em Copacabana

Equipe BR Político

Integrantes do MBL não foram bem recebidos por um grupo minoritário que também se manifestava em ato pró-Sérgio Moro no final da manhã deste domingo, 30, em Copacabana, no Rio. Um deles foi agredido por um manifestante que estampava as palavras “Direita Rio de Janeiro” em sua camiseta. O grupo também segurava a faixa “MBL Vocês não nos representam… MuKIMrana”. O MBL passou a ser alvo de grupos pró-Bolsonaro especialmente após não apoiar o ato com lemas contra o STF e o Centrão pelo País do dia 26 de maio.

De acordo com o coordenador do movimento no Rio, Renato Borges, um boletim de ocorrência deve ser feito ainda nesta tarde. “O MBL colocou o seu caminhão de som na avenida Atlântida para manifestar em defesa da Lava Jato. Uma minoria organizada veio nos hostilizar, proferiu ofensas, partiu para a agressão física e a Polícia Militar logo veio e retirou o agressor”, relata o jovem. Em São Paulo, o movimento reporta que três funcionários do deputado estadual Douglas Garcia (PSL) “agrediram” simpatizantes do MBL.

Tudo o que sabemos sobre:

MBL