Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

MDB libera bancada na Câmara para votar PEC eleitoral

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Aprovada em dois turnos no Senado na terça-feira, 24, o texto da proposta de emenda à Constituição (PEC) do adiamento da data das eleições municipais deste ano deve ser votada ainda nesta semana pela Câmara dos Deputados, onde se espera maior resistência pelo fato de grande parte dos parlamentares ser contra a mudança. O deputado Baleia Rossi (MDB-SP), presidente do MDB, informou nesta quarta-feira, 24, que a bancada do partido foi liberada para votar a PEC.

O deputado Baleia Rossi (MDB-SP)

O deputado Baleia Rossi (MDB-SP). Foto: Pablo Valadares/Câmara dos Deputados

Em nota, Rossi alegou que o MDB irá atuará para que o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) dobre o total de locais de votação e estenda o horário do pleito para entre 6h e 22h, o horário usual de votação tem um intervalo menor e acontece no período das 8h da manhã às 17h da tarde. “O MDB defende que sejam retomados todos os cuidados sanitários e jurídicos para a realização das eleições municipais neste ano”, disse Rossi em nota.

A PEC altera a data das eleições municipais de 2020 para 15 de novembro, primeiro turno, e 29 de novembro, segundo turno, por conta da pandemia do coronavírus no Brasil. O MDB conta com 35 deputados federais e a proposta precisa de 308 votos favoráveis em dois turnos para ser aprovada.