Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Me dá pena pelo Brasil’, diz Bachelet

Equipe BR Político

A Alta Comissária dos Direitos Humanos da ONU e ex-presidente chilena, Michelle Bachelet, disse que sente “pena pelo Brasil” ao falar sobre o ataque que sofreu do presidente Jair Bolsonaro. No começo do mês, enquanto a Amazônia pegava fogo, Bolsonaro defendeu a ditadura chilena e atacou o pai da ex-presidente, Alberto Bachelet, que foi torturado e morto pela ditadura de Augusto Pinochet.

Em entrevista ao canal TVN, que vai ao ar às 23 horas deste domingo, 22, no horário chileno, Bachelet também se disse preocupada com a “redução do espaço democrático no Brasil” e em outras partes do mundo. O jornal La Tercera divulgou em seu site os principais trechos da entrevista.

“Eu recebo as coisas dependendo de quem elas vieram. Não sei se você me entende. Então, se alguém diz que nunca houve ditadura em seu país, que não houve tortura, bem, dizer que a morte por tortura de meu pai permitiu que ele não fosse outra Cuba, a verdade é que sinto muito pelo Brasil”, afirmou. Bachelet disse ainda que “não busca, não quer e não vai ser candidata” na próxima eleição.

Tudo o que sabemos sobre:

Michelle BacheletONUJair Bolsonarochile