Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

MEC com quadros sem experiência em educação

Equipe BR Político

O ministro da Educação, Abraham Weintraub, escolheu quadros sem experiência em educação para ocupar seis cargos na pasta, incluindo o segundo mais importante, quase todos oriundos do Ministério da Economia e Casa Civil, informa o Estadão. O secretário executivo, por exemplo, será Antonio Paulo Vogel de Medeiros, que atuou como analista no Ministério da Fazenda e estava como secretário executivo adjunto da Casa Civil. Ele terá como adjunto Rodrigo Toledo Cabral Cota, atual subsecretário de governança das estatais, no Ministério da Economia. A Secretaria de Educação Superior (Sesu) será assumida por Arnaldo Barbosa de Lima Júnior, ex-secretário adjunto de Política Econômica do Ministério da Fazenda na gestão Temer.

A Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica (Setec) será assumida pelo também economista Ariostolo Antunes Culau, que atuou nos últimos anos na Secretaria de Orçamento Federal, do Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão. O único que deve permanecer no cargo é Carlos Nadalim. Da ala dos olavistas, ele é o secretário de Alfabetização.

Tudo o que sabemos sobre:

MECWeintraub