Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Membros do MP e do Coaf se defendem

Equipe BR Político

Após Flavio Bolsonaro acusar o MPRJ e o Coaf de terem quebrado ilegalmente seu sigilo bancário, membros das entidades se defenderam. Para a coluna Painel da Folha, integrantes do Coaf e do Ministério Publico alegaram que a lei que trata de crimes financeiros exige que instituições financeiras repassem suspeitas ao Coaf e este, por sua vez, informe ao MP. O ataque aos investigadores foi considerado mais um “erro estratégico” de Flavio Bolsonaro, já que os defensores dele no órgão público se calaram.

Tudo o que sabemos sobre:

Flávio BolsonaroMPcoaf