Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

A mensagem final de Dodge

Cassia Miranda

Antes de apagar as luzes da Procuradoria-Geral da União, Raquel Dodge, que encerra seu mandato nesta terça-feira, 17, deixou uma mensagem de esperança, mas afirmou que a população tem motivos para ficar em estado de alerta. “Encerro o cargo com uma imensa esperança de que dias melhores virão, com uma população mais atenta e com uma grande satisfação com as instituições, que estão fortes. Temos motivos para alerta, mas também celebramos o fato de que a sociedade está forte e atenta”, disse Dodge durante balanço da gestão.

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em seu ato final no cargo

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, em seu ato final no cargo. Foto: Reprodução/Twitter MPF

Em seu discurso de despedida do comando do MPF, na última quinta-feira, 12, a primeira mulher a chefiar a instituição já havia pedido atenção para as “pressões sobre a democracia”. “Nós trabalhamos nessa gestão em apresentar o MPF também como o guardião da Constituição, porque provocamos o Judiciário a guardar a Constituição”, disse a PGR nesta tarde.

A partir de amanhã, o subprocurador Alcides Martins assume interinamente o cargo. A transição do posto ocorrerá às 10h. A sabatina e votação no nome de Augusto Aras, indicado do presidente Jair Bolsonaro à função será na próxima quinta, 25.