Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Mesmo com aumento de casos, Doria reabrirá escolas na fase vermelha

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Seguindo o que foi feito em outros países, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), informou nesta quinta-feira, 17, que vai incluir as escolas na lista dos serviços essenciais. Com isso, as instituições poderão permanecer abertas mesmo em cidades que estejam na fase vermelha, pior etapa do plano de reabertura.

O governador João Doria em anúncio do plano de vacinação. Foto: Governo de SP

Como é hoje, escolas públicas e provadas só podem funcionar na fase amarela, a que todas as regiões paulistas estão agora

A decisão acompanha a mudança feita por países europeus durante a segunda onda da pandemia. França, Alemanha, Reino Unido e Portugal, por exemplo, fecharam bares, restaurantes e parte do comércio, mas permitiram que as escolas continuassem funcionando.

Com essa mudança, mesmo que haja aumento de casos de coronavírus no início de 2021, as escolas poderão iniciar o ano letivo em fevereiro com parte dos alunos presencialmente. Deve ser mantida a regra de que as escolas só podem receber 35% dos alunos.