Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Metade da bancada do PSOL defende candidatura independente

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Cinco dos dez deputados do PSOL não querem saber de votar em Baleia Rossi (MDB-SP) no primeiro turno da eleição para presidência da Câmara. Em carta publicada no site da deputada Talíria Petrone (PSOL-RJ), os parlamentares defendem voto para derrotar Arthur Lira (PP-AL) no segundo turno, mas querem um candidato de esquerda no primeiro.

“Derrotar o candidato de Jair Bolsonaro é uma das tarefas indispensáveis desta eleição”, afirmam, frisando que Lira não terá “nenhum voto da bancada do PSOL. “Mas isso pode ser feito no segundo turno, optando por apoiar – em melhores condições para afirmar elementos de uma agenda de esquerda – o candidato que contra ele disputar”, argumentam. “Defendemos a construção de uma candidatura independente, com compromissos nítidos em favor do impeachment e do enfrentamento à crise, combatendo o bolsonarismo e o ultraliberalismo.”

A nota é assinada por Talíria, Auréa Carolina (MG), Glauber Braga (RJ), Ivan Valente (SP) e Luiza Erundina (SP).