Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Meu nome é Bolsonaro’

Equipe BR Político

O nome de Jair Bolsonaro deve ser repetido à exaustão nos menos de dez segundos que o PSL deve ter na propaganda eleitoral (se não fechar alianças). Ao Valor, o presidente do PSL de São Paulo, deputado Major Olímpio, compara a estratégia ao efeito que o deputado Enéas Carneiro teve em 2002, eleito com 1,5 milhão de votos e puxando consigo mais cinco para a bancada. Quem não se lembra do bordão “Meu nome é Enéas”?

Tudo o que sabemos sobre:

Jair BolsonaroPSLEnéas