Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Miliciano envolvido em morte de Marielle morre em troca de tiros

Equipe BR Político

O ex-policial militar Adriano da Nóbrega, conhecido como “Capitão Adriano” e que é suspeito de participar do assassinato da vereadora Marielle Franco, foi morto neste domingo em uma troca de tiros com a polícia militar na cidade de Esplanada, interior da Bahia. Segundo o Estadão, Adriano está foragido desde o ano passado. Ele era apontado como uma das lideranças do do “Escritório do Crime”, milicia acusada de planejar a morte de Marielle.

Adriano trabalhou no 18º Batalhão da PM com Fabrício Queiroz, que viria a ser assessor do então deputado estadual Flávio Bolsonaro. A mãe e a filha de Nóbrega trabalharam para o filho de Jair Bolsonaro na Alerj e, segundo o Ministério Público, repassavam para Adriano parte de seus vencimentos.

Tudo o que sabemos sobre:

Adriano da NóbregaMarielle Franco