Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Militantes desafiam Bolsonaro e dizem que vão às ruas domingo

Vera Magalhães

Influenciadores bolsonaristas e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro ignoraram a recomendação que ele fez na live semanal no Facebook e em pronunciamento em cadeia nacional de rádio e TV e, logo em seguida, começaram a postar nas redes sociais incentivos a que as manifestações de domingo sejam mantidas e a hashtag #DesculpeJairMasEuVou.

O movimento pela manutenção dos atos a despeito dos alertas de que aglomerações podem facilitar a rápida propagação do novo coronavírus, o que poderia implicar em colapso do sistema público de saúde, veio de militantes bolsonaristas conhecidos e também de seguidores anônimos.

Há duas interpretações possíveis a partir disso: a de que a milícia bolsonarista atingiu tal grau de radicalização antissistema que o próprio Bolsonaro já não controla a tropa e a de que, nos bastidores, as redes ligadas ao presidente seguem incentivando as manifestações. Nenhuma das duas traça um panorama positivo para que se encerre o período de crise institucional que o País vive desde o início do ano, que tem levado a embates com o Legislativo e paralisia da agenda de reformas.