Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Militar preso na Espanha não iria ao Japão, diz Mourão

Equipe BR Político

Segundo o presidente da República em exercício, Hamilton Mourão, o sargento da Aeronáutica preso na terça-feira, 25, na Espanha por transportar 39 kg de cocaína na bagagem não embarcaria no voo do presidente Jair Bolsonaro ao Japão. No entanto, ele integraria a a tripulação que estaria no avião de volta do chefe do Executivo. “Não (ao responder se ele embarcaria no avião de ida), o que acontece quando tem essas viagens, vai uma tripulação que fica no meio do caminho, então, quando o presidente voltasse do Japão, essa tripulação iria embarcar no avião dele. Então seria Sevilha-Brasil”, disse Mourão. O episódio revelado ontem, criou desconforto ao Palácio do Planalto e levou o governo brasileiro a mudar a escala do presidente de Sevilha para Lisboa. Nesta terça-feira, 26, as hashtags #BolsoNarcos; #39Kg; #traficante; e #Sevilla ficaram entre os assuntos mais comentados no Twitter brasileiro.