Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Militares de olho nas ‘diabruras’ dos Bolsonaros

Equipe BR Político

Goste-se ou não da presença de militares nos primeiros escalões do governo, fato é que eles terão, ao menos nesse início de mandato, um papel importante: servir de freio para as “travessuras” dos filhos do presidente: Carlos, Eduardo e Flavio Bolsonaro. Como mostra a editora do BR18 em sua coluna do Estadão deste domingo, o trio está envolvido em boa parte das dores de cabeça do pai nestes 20 dias de “nova era”.

“O filhotismo é um dos fenômenos originais da política brasileira. O fato é que a desenvoltura com que os filhos transitam no governo, de um lado, e o novelo do caso Queiroz em que o menos desenvolto deles se enreda dia a dia, de outro, respondem hoje pela quase totalidade de pequenas crises que travam o início do mandato do ’01′”, escreve. “Os militares, como os adultos na sala, já começam a se preocupar com as diabruras das crianças.”