Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Minas e Energia diz que 70% da energia no AP será restabelecida à noite

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O Ministério de Minas e Energia informou nesta sexta, 6, que cerca de 70% da carga elétrica no Amapá será restabelecida a partir da noite de hoje. Como você tem lido aqui no BRP, um incêndio avariou na terça, 3, três transformadores na subestação operada pelo consórcio Linha de Macapá Transmissão de Energia (LMTE) na capital Macapá, deixando quase todo o Estado sem luz e prejudicando o fornecimento de água.

Em nota hoje, a pasta de Bento Albuquerque afirma:

– A máquina de purificação do óleo que foi transportada de balsa chegou nesta sexta-feira (06/11) à Macapá/AP e já se encontra na subestação de Macapá para o processo de purificação.

– Uma aeronave C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) está se deslocando do Rio de Janeiro/RJ para São Luís/MA, com previsão de chegada às 13h40min. Na capital do Maranhão, mais duas máquinas de purificação serão embarcadas na aeronave da FAB e transportadas para Macapá/AP, com a finalidade de aumentar o esforço de purificação do óleo do transformador número 3 que está na subestação.

– Existe uma perspectiva de que o nível necessário de purificação do óleo para acionamento do transformador número 3 seja atingido na noite desta sexta-feira e, com isso, seria possível restabelecer a carga de cerca 70% das necessidades elétricas dos 14 municípios atingidos com a falta de energia.

– Hoje também, uma aeronave KC-390 da FAB se desloca de Boa Vista/RR para Manaus/AM a fim de transportar 4 geradores até Macapá/AP para atender, de forma emergencial, as atividades essenciais que serão designadas pelo Governo do Estado.

– Na manhã desta sexta-feira, o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, realizou uma reunião de alinhamento das ações já realizadas e, também das futuras, com o Presidente do Senado Federal, Davi Alcolumbre, e com o Governador do Amapá, Waldez Góes.

Tudo o que sabemos sobre:

Amapáincêndio