Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

‘Minha Casa Minha Vida’ atrasa pagamento de R$ 500 mi

Equipe BR Político

O governo federal atrasa, há dois meses, os pagamentos do programa “Minha Casa Minha Vida”, destinado à construção de moradias populares. Segundo a Câmara Brasileira da Indústria da Construção (Cbic), os atrasos somam R$ 500 milhões e atingem 512 empresas, responsáveis por 900 empreendimentos. O Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR) afirmou, em nota, que vem cumprindo “rigorosamente a destinação de recursos à área popular”, mas que pediu mais verba ao Ministério da Economia.

Segundo o Estadão, o MDR tem, para o mês de agosto, um orçamento de R$ 239 milhões, dos quais R$ 160 milhões são destinados ao MCMV. O valor, porém, não é suficiente para cobrir as despesas mensais do programa, que são de aproximadamente R$ 350 milhões. Em maio, o governo havia liberado um adicional de R$ 800 milhões ao programa. O ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, já tinha afirmado que o adicional só bastaria para o primeiro semestre, porém prometeu conseguir mais R$ 1 bilhão para os programas previstos para a segunda metade do ano. As construtoras, então, continuaram as obras, que agora correm risco.

Tudo o que sabemos sobre:

minha Casa Minha vidafalta de recursos