Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ministério da Educação de saída do Mercosul

Equipe BR Político

O Ministério da Educação (MEC) anunciou nesta sexta-feira, 29, que o setor educacional do Brasil vai se retirar do Mercosul. Segundo o ministro Abraham Weintraub, a decisão foi tomada após avaliação de que os investimentos nos últimos anos não geraram “resultados concretos”.

Segundo a pasta, as parcerias iniciadas serão mantidas sem prejuízo às partes. A saída significa que o Brasil deixa de participar das reuniões do bloco e passa a ter relações e acordos bilaterais na área.

“A decisão do governo pela saída foi motivada pela falta de eficiência e resultados práticos que impactassem positivamente na melhoria de índices gerais da Educação, ao longo de 28 anos, mesmo com o investimento de recursos e presença política do Brasil”, escreveu o ministro no Twitter. O governo brasileiro ressalta que não está rompendo relações com os demais membros do grupo.