Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Marcelo de Moraes

Ministério da Saúde abre licitação para compra de seringas e agulhas

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O Ministério da Saúde abriu nesta quarta-feira, 16, licitação para “possível e futura aquisição” de 331 milhões de seringas e agulhas. Apesar de não estar detalhado no edital publicado no Diário Oficial da União, os insumos devem ser usados no Programa Nacional de Imunização (PNI) contra a covid-19, informa o Estadão.

Fachada do Ministério da Saúde, em Brasília. Foto: Ministério da Saúde

A abertura das propostas deve ocorrer no dia 29 de dezembro. A licitação prevê a compra de quatro tipos de seringas e agulhas. As vacinas mais avançadas até o momento preveem a necessidade de aplicação de duas doses.

De acordo com informação do presidente da Associação Brasileira da Indústria de Artigos e Equipamentos Médicos, Odontológicos, Hospitalares e de Laboratórios (Abimo), Paulo Henrique Fraccaro, ao Estadão, as três empresas brasileiras que fabricam seringas têm capacidade de produzir de 120 a 140 milhões de unidades por mês, mas a produção atual já está comprometida com a demanda normal do setor.

Tudo o que sabemos sobre:

licitaçãoseringasagulhascovidvacinação