Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ministério da Saúde há dois meses sem ministro

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O Ministério da Saúde completa nesta quarta-feira, 15, dois meses sem ministro titular no comando da Pasta. O cargo é ocupado de forma interina pelo general Eduardo Pazuello.

Foto: Adriano Machado/Reuters

No período, o mais difícil até aqui da pandemia do novo coronavírus, o País viu o número de casos e mortos decolarem. Sob a gestão de Pazuello, em que houve o esvaziamento de técnicos e o povoamento do Ministério da Saúde por militares, houve registro de 1.708.601 novos casos e 59.316 óbitos em decorrência do novo coronavírus. No total, até a atualização da pasta feita na terça-feira, 14, eram 1.926.824 casos e 74.133 mortes.

Ontem, em entrevista à GloboNews, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou que “tudo indica” que o presidente Jair Bolsonaro vai substituí-lo “em um momento próximo”. O comentário foi feito na esteira de uma fala sobre a ida de militares para a reserva.

“Ele (Luiz Eduardo Ramos, ministro da Secretaria de Governo) compreendeu que o ciclo dele dentro da força havia se esgotado (…])e que era o momento de ele passar para a reserva, que para nós, que fomos soldados a vida de inteira, é um momento doloroso. Já o caso do Pazuello é diferente, ele é interino. Está há dois meses no cargo. Tudo indica que, em um momento próximo, o presidente vai substituí-lo”, declarou Mourão nesta terça-feira.