Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ministério da Saúde pede que pessoas não tomem cloroquina

Gustavo Zucchi

O Ministério da Saúde utilizou suas redes sociais para pedir que as pessoas não vão atrás da cloroquina. O medicamente foi apontado por Jair Bolsonaro como uma possível “cura” para o coronavírus em um vídeo divulgado neste sábado em suas redes sociais. A pasta, por sua vez, tentou esclarecer que não há eficácia comprovada e que testes ainda precisam ser feitos. Além disso, o uso seria utilizado apenas em pacientes em estado grave. “Ainda estão sendo feitos testes comprovando a eficácia da cloroquina no tratamento do coronavírus. A partir de agora, a retirada desse medicamento só poderá ser feita com receita médica, para que não haja estoques em casa, até porque ele têm fortes efeito colaterais”, escreveu o Ministério.