Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ministério da Saúde reconhece que não há cura para covid-19, mas apaga post

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

Horas após publicar nas redes sociais uma mensagem em que recomenda a busca pelo atendimento de saúde e o isolamento social para tratamento da covid-19, o Ministério da Saúde apagou a postagem do Twitter nesta quarta-feira, 18.

A mensagem dizia: “Para combater a covid-19 a orientação é não esperar. Quanto mais cedo começar o tratamento, maiores as chances de recuperação. Então, fique atento. Ao apresentar sintomas da covid-19, #NãoEspere, procure uma Unidade de Saúde e solicite o tratamento precoce”.

Na sequência, uma seguidora da página escreveu “azitromicina”, remédio sem eficácia comprovada no tratamento da covid-19, recomendado pelo presidente Jair Bolsonaro em diversas oportunidades.

Em resposta a ela, a página oficial do Ministério da Saúde respondeu: “É importante lembrar que, até o momento, não existem vacina, alimento específico, substância ou remédio que previnam ou possam acabar com a covid-19. A nossa maior ação contra o vírus é o isolamento social e adesão das medidas de proteção individual”, escreveu a página.

As medidas descritas nas mensagens apagadas estavam alinhadas às recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS), mas contradiziam o discurso negacionista feito pelo presidente brasileiro.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Covid-19Twitterrecomendações