Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ministério manobra para leiloar Abrolhos

Equipe BR Político

Documento obtido pelo Estadão expõe desalinhamento entre técnicos e políticos dentro do Ministério do Meio Ambiente. Trata-se de um parecer do Ibama que pedia a retirada de área próxima ao Parque Nacional de Abrolhos do bloco de leilões de campo de petróleo. A Secretaria Executiva da pasta, no entanto, enviou um ofício ao presidente do Ibama para que ele revisasse a decisão do grupo técnico por causa da “relevância estratégica do tema”.

Sob pressão, o presidente rejeitou as argumentações técnicas e colocou os sete blocos de petróleo de volta no leilão da 16ª Rodada, marcada para ocorrer em outubro deste ano. Em audiência na Câmara dos Deputados, na quarta, 10, o ministro Ricardo Salles disse ser a favor do leilão, mas se eles forem considerados ambientalmente inviáveis, bastaria não liberar as licenças ambientais. Na prática, porém, o que se vê no dia-a-dia do Ibama é que há uma pressão ferrenha para que os empreendimentos, uma vez leiloados, obtenham suas licenças ambientais no menor prazo possível. Não por acaso, o Ibama é acusado de atrasar o licenciamento ambiental.