Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ministério volta atrás e diz que 1º registro da covid-19 não foi em janeiro

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O Ministério da Saúde recuou nesta sexta-feira, 3, e voltou considerar que o primeiro caso da covid-19 no Brasil ocorreu no fim de fevereiro, em vez de no dia 23 de janeiro, como havia sido informado ontem. Sendo assim, durante o Carnaval, o vírus ainda não estava em circulação no País.

A pasta disse que a data de começo de sintomas da paciente, na verdade, foi em 25 de março

A pasta disse que a data de começo de sintomas da paciente, na verdade, foi em 25 de março Foto: Ueslei Marcelino/Reuters

O motivo da mudança foi uma alteração no registro de um óbito em Minas Gerais, apontado como a chegada da doença no País. Em nota, a pasta disse que a data de começo de sintomas da paciente, na verdade, foi em 25 de março. O Ministério da Saúde disse que foi informado nesta sexta pela Secretaria de Saúde de Minas Gerais sobre mudança em dados sobre a investigação do óbito que havia sido apontado como o primeiro do país.

“O Ministério da Saúde foi comunicado pela Secretaria Estadual de Saúde de Minas Gerais nesta sexta-feira (3) sobre a conclusão de investigação do possível primeiro caso de Covid-19 no Brasil. A informação de início dos sintomas foi alterada de 23/1/2020 para 25/3/2020. Os dados no sistema de notificação estão sendo atualizados”, diz nota da pasta. Com a mudança, o primeiro caso volta a ser o de um homem em São Paulo, anunciado em 26 de fevereiro pelo ministério.