Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ministro aumenta em 280% dinheiro guardado em casa

Equipe BR Político

O ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, que está envolvido na suposta utilização pelo PSL de candidaturas “laranja” na eleição de 2018, elevou em 280% o valor em dinheiro vivo mantido em casa num intervalo de dois anos. Entre as eleições de 2016 e 2018, o valor em espécie guardada por ele passou de R$ 105 mil para R$ 400 mil, informou o Estadão. As informações foram declarados à Justiça Eleitoral.

Eleito em 2018 para o segundo mandato de deputado federal por Minas Gerais, Marcelo Álvaro bancou do bolso 64% de sua campanha. Em nota, o ministro do Turismo afirmou que “considera a investigação uma ótima oportunidade de esclarecer os fatos e provar que sempre agiu estritamente dentro da lei”. O PSL não se manifestou até a publicação da matéria.