Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Ministro da Educação demite assessores ‘ideológicos’ de Weintraub

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O novo ministro da Educação, Milton Ribeiro, decidiu demitir, na segunda-feira, 27, quatro dos cinco assessores especiais do ex-titular da pasta Abraham Weintraub. Os auxiliares dispensados eram identificados com integrantes da ala mais radical do bolsonarismo. Ao promover a demissão coletiva, Ribeiro atende também a orientação do presidente Jair Bolsonaro que pediu um MEC mais aberto ao diálogo e com perfil conciliador.

O minsitro da Educação, Milton Ribeiro

O ministro da Educação, Milton Ribeiro Foto: Eli Lope Meira/IPB

 

Foram exonerados Auro Hadana Tanaka, Eduardo André de Brito Celino, Sérgio Santana e Victor Sarfatis Metta. Apenas um auxiliar do ex-ministro foi mantido: o coronel Paulo Roberto. A decisão foi publicada no Diário Oficial da União de ontem. Os cinco cargos da assessoria especial são ligados diretamente ao gabinete do ministro e costumam ser ocupados por pessoas de confiança do titular da pasta. Os novos assessores ainda não foram nomeados.

Desde 20 de julho, o ministro está em isolamento social para tratamento da covid-19.