Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Momentos de tensão na negociação EUA-Brasil

Equipe BR Político

Nem tudo foram as juras de amor públicas entre Jair Bolsonaro e Donald Trump vistas na terça-feira. As negociações entre Estados Unidos e Brasil tiveram momentos tensos, narrados na edição desta quinta-feira do Estadão. Segundo altos funcionários envolvidos nas tratativas, o Brasil aceitou perder o status especial de país em desenvolvimento na OMC para entrar na OCDE desde o mesmo seja exigido de países como China e Coreia do Sul.

Os brasileiros tiveram de reagir à elevação do tom dos norte-americanos em reuniões, e o ministro Paulo Guedes chegou a se queixar diretamente a Trump de que um de seus secretários o tratou como se “fosse chinês”. O presidente norte-americano teria repreendido o auxiliar com o olhar. Qualquer mudança levaria de dois a três anos para a entrada na OCDE se concretizar, dizem os envolvidos nas tratativas.

Tudo o que sabemos sobre:

EUABrasilOMCOCDEJair BolsonaroDonald Trump