Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Montadora diz que fica em Goiás

Equipe BR Político

Mesmo diante da possibilidade de aumento da alíquota de ICMS em Goiás, o presidente da Caoa, Carlos Alberto de Oliveira Andrade, afirmou nesta segunda, 13, após reunião com o ministro Paulo Guedes, que não vai desmontar a montadora de veículos Hyundai e Ford no Estado. A empresa negocia a compra da Ford, em São Bernardo do Campo (SP), onde o governador João Doria (PSDB) anunciou programas de redução de ICMS para o setor automotivo. Andrade faz questão ainda de elogiar o governador Ronaldo Caiado (DEM): “O governador Ronaldo Caiado é um homem muito íntegro, percebe bem as coisas, quer que o Estado dele cresça. Estamos numa situação em que ele vai aumentar o ICMS, o que nos prejudica. Mas o Ronaldo Caiado tem que olhar seu Estado. Está numa situação muito delicada. Ele está fazendo tudo que pode fazer. Mas não é por esse motivo que vamos deixar Goiás, sair de Goiás”, afirmou o empresário. O governador goiano venceu uma batalha legislativa, no final do ano passado, quando conseguiu aprovação da redução de incentivos ao setor.

Já a política de concessão fiscal do governo Doria não é vista com bons olhos por outros Estados, como Alagoas e Amazonas, nem por Bernard Appy, diretor-executivo do Centro de Cidadania Fiscal, conforme declarações dadas à Folha desta segunda, 13.

Tudo o que sabemos sobre:

guerra fiscalCaoaJoão DoriaRonaldo Caiado