Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Montezano: ‘Alinhamento do BNDES com o governo é total’

Equipe BR Político

Em seu discurso de posse, o novo presidente do BNDES, Gustavo Montezano, reafirmou que em sua gestão a estatal será “menos banco e mais desenvolvimento”.  Ele vai substituir o economista Joaquim Levy no cargo. O economista apontou quais são as cinco metas alinhadas com o Ministério da Economia para o banco nos próximos seis meses: explicar a caixa-preta para a população brasileira; acelerar a venda de participações especulativas que o banco ainda detém; concluir a devolução de recursos ao Tesouro Nacional; apresentar um plano trianual com orçamento, metas claras e redimensionamento do banco para ser cumprido até o final deste mandato; e melhorar de forma clara a prestação de serviços do banco ao Estado brasileiro.

Montezano disse ainda que em sua gestão, o BNDES está em total alinhamento com o governo federal. Segundo ele, a gestão do presidente Jair Bolsonaro é um “trem da história que pode mudar a vida do País para sempre”, disse. O novo presidente do BNDES também afirmou que a partir de agora, a palavra-chave do banco é “transparência” e que a instituição terá uma “filosofia sustentável”, em que o foco “não será o lucro”. Na visão de Montezano, o BNDES não deve competir com a iniciativa privada, mas sim, atuar “onde o privado não irriga”.

Tudo o que sabemos sobre:

bndesGustavo Montezanoalinhamentogoverno