Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Moraes mantém veto a Ramagem no comando da PF

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ministro do STF, Alexandre de Moraes e manteve a suspensão da nomeação de Alexandre Ramagem para o comando da PF. O magistrado julgou prejudicado uma ação movida pelo PDT contra a nomeação. O motivo é que Bolsonaro já revogou a nomeação. Ou seja, o processo não teria mais objeto Na prática, isso arquiva o processo, inviabilizando a apreciação do pedido de reconsideração apresentado pelo governo.

O diretor da Abin, Alexandre Ramagem, e o presidente Jair Bolsonaro

O diretor da Abin, Alexandre Ramagem, e o presidente Jair Bolsonaro Foto: Adriano Machado/Reuters

No lugar de Ramagem, Bolsonaro nomeou  Rolando Alexandre para o cargo de diretor-geral da PF. Em um pedido feito pelo advogado da União José Affonso de Albuquerque Netto, a União pede a revisão da decisão de Alexandre “a fim de que o ato possa ser validamente renovado’ pelo presidente Jair Bolsonaro”.