Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Moraes quebra sigilo bancário de deputados bolsonaristas

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

A pedido da Procuradoria-Geral da República, o ministro Alexandre de Moraes, relator do inquérito que investiga a realização de atos antidemocráticos aberto no STF, determinou a quebra de sigilo bancário de ao menos dez deputados federais e um senador bolsonaristas, informa Estadão, para apurar suspeitas ligadas ao financiamento dos protestos que pediam o fechamento do STF e do Congresso. A decisão do ministro, que conduz as investigações, foi tomada no dia 27 de maio.

A decisão de Moraes está no âmbito das diligências deflagradas nesta terça, 16, dentro da Operação Lume, que cumpriu 21 mandados de busca e apreensão em cinco Estados e no Distrito Federal. Entre os alvos da ação estão o deputado federal bolsonarista Daniel Silveira (PSL-RJ), o blogueiro Allan dos Santos, o empresário e advogado Luís Felipe Belmonte, principal operador político do Aliança pelo Brasil, o publicitário Sérgio Limamarqueteiro do partido que o presidente Jair Bolsonaro tenta criar, e o investidor Otavio Fakhoury, financiador do site Crítica Nacional.

As diligências do inquérito, aberto a pedido da Procuradoria-Geral da República em abril, começaram a andar na segunda-feira, 15, quando a Polícia Federal deu início ao cumprimento de seis mandatos de prisão contra integrantes do grupo bolsonarista ‘300 pelo Brasil’. Uma de suas lideranças, a extremista Sara Fernanda Giromini, foi presa.

Os deputados que tiveram o sigilo bancário quebrado são:

Daniel Silveira, deputado federal (PSL-RJ)

Junio do Amaral, deputado federal (PSL-MG)

Otoni de Paula, deputado federal (PSC-RJ)

Caroline de Toni, deputada federal (PSL-SC)

Carla Zambelli, deputada federal (PSL-SP)

Alessandra da Silva Ribeiro, deputada federal (PSL-MG)

Beatriz Kicis, deputada federal (PSL-DF)

Coronel Girão, deputado federal (PSL-RN)

José Guilherme Negrão Peixoto, deputado federal (PSL-SP)

Aline Sleutjes, deputada federal (PSL-PR)

Aroude de Oliveira, senador (PSC-RJ)