Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Moro: Coaf na Justiça não é ‘questão pessoal’

Equipe BR Político

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sérgio Moro, manifestou-se em sua conta no Twitter sobre a transferência, ao menos por ora, do Coaf para o Ministério da Economia. Segundo o ex-juiz, manter o órgão em sua pasta não é uma questão pessoal. “Defendi a medida (de manter o Coaf na Justiça) para fortalecer o combate à corrupção, à lavagem de dinheiro, ao crime organizado e ao financiamento ao terrorismo”, escreveu. Moro agradeceu aos deputados que votaram a favor de manter o órgão em sua pasta.

A transferência foi aprovada na quinta-feira, 9, em na Comissão Mista responsável por debater a reforma administrativa. A medida provisória ainda precisa passar por votação na Câmara e no Senado, por isso, ainda pode sofrer alterações. O Broadcast Político apurou que a substituição de dois parlamentares na comissão, Joaquim Passarinho (PSD-PA) e Telmário Mota (PROS-RR), foi vista como uma tentativa direta de retirar o Coaf da alçada de Moro, já que ambos eram favoráveis à permanência do órgão na Justiça.