Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Moro defende Deltan e descarta candidatura

Equipe BR Político

Em jantar na última quarta-feira com seu colega de ministério Paulo Guedes, Sérgio Moro (Justiça) descartou a ideia de se candidatar a presidente, em 2022 –quando, de acordo com ele, o presidente Jair Bolsonaro disputará a reeleição–, se divertiu com um tuíte feito sobre a Operação Spoofing, defendeu Deltan Dallagnol de reportagens recentes da Vaza Jato e ouviu conselhos sobre sua movimentação política. O relato sobre o jantar foi feito pela colunista Bela Megale, de O Globo, que presenciou a conversa em um restaurante de Brasília.

Os dois comentaram a prisão dos hackers e as tentativas de invasão dos celulares de ambos. “Coloquei um Twitter para dar uma cutucada”, disse Moro, ao que Guedes respondeu que fez muito bem. Para o titular da Economia, Moro não deve se importar se a Câmara aprovar o pacote anticrime tentando atribuir sua autoria ao ministro Alexandre de Moraes, do STF. Ele disse que Rodrigo Maia agiu dessa forma na aprovação da reforma da Previdência, mas o importante foi a aprovação do texto.