Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Moro e Deltan falam de investigação sobre FHC em novo vazamento

Equipe BR Político

Novas mensagens vazadas entre Sérgio Moro e procuradores da Lava Jato mostram o então juiz responsável pela ação em Curitiba questionando sobre investigações sobre o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. Em suposto diálogo entre Moro e Deltan Dallagnol registrado no dia 13 de abril de 2017, o juiz pergunta o que há de “sério” nas investigações reveladas pelo Jornal Nacional do dia, sobre suposto caixa dois na campanha do tucano em 1996 e diz que o crime já estaria prescrito. Deltan responde que supõe que “tenha sido de propósito”. “Talvez para passar um recado de imparcialidade”, disse o procurador. Moro rebateu: “Acho questionável, pois melindra alguém cujo apoio é importante”.

Em outras conversas entre procuradores reveladas pela reportagem, a possibilidade de que investigações sobre o PSDB poderiam servir como argumento para a “imparcialidade” da operação também foram citadas. Em junho de 2018, quando a delação do operador ligado ao MDB, Fernando Baiano, falou de suposto beneficiamento de empresa do filho de FHC, Paulo Henrique Cardoso, Deltan perguntou: “Creio que vale apurar com o argumento de que pode ter recebido benefícios mais recentemente, inclusive com outros contratos. Dará mais argumentos pela imparcialidade.”

Tudo o que sabemos sobre:

Deltan Dallagnolsergio moroLava JatoFHC