Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Moro insiste nas pautas enterradas pelo Congresso

Gustavo Zucchi

O ministro Sérgio Moro estará nesta quarta-feira, 4, no Congresso para defender duas de suas pautas já enterradas pelos parlamentares. No Senado, onde o ex-juiz irá falar na CCJ, ele avisou em seu Twitter que defenderá não apenas a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância por meio da PEC que tramita na Câmara, mas também por meio da emenda do Senado ou por projeto de lei. ” Estarei quarta no Senado defendendo a execução da condenação em segunda instância”, disse o ministro. “Por emenda constitucional da Câmara, por emenda do Senado ou por PL de uma casa ou outra. Necessidade clara e urgente.” Senadores e deputados definiram na última semana, em reunião que contou com a presença do ministro, que é o projeto de emenda constitucional que está na Câmara que irá avançar.

Ministro Sérgio Moro Foto: Dida Sampaio/Estadão

Moro também deverá falar sobre o pacote anticrime, cuja urgência está prevista para ser votada nesta semana na Câmara dos Deputados. O grupo de trabalho, que tem a confiança do presidente da Casa, Rodrigo Maia, e que se debruçou sobre o projeto durante quase todo ano, já definiu que apenas a figura do agente infiltrado deve retornar ao texto. Mas o ministro insiste que mais pontos deverão ser reincluídos. “Seria importante reintroduzir no projeto temas importantes como execução da sentença do Júri, agente infiltrado, proibição de benefício prisional ao condenado faccionado, entre outras.”