Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Moro ironiza indicação de Bolsonaro ao Supremo

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ex-ministro da Justiça Sérgio Moro ironizou, nesta quinta-feira, 1, para se referir à escolha do presidente Jair Bolsonaro para o Supremo Tribunal Federal (STF). A indicação de Kassio Nunes foi formalizada nesta sexta em mensagem publicada no Diário Oficial da União (DOU). Mais tarde, Moro apagou a mensagem do Twitter.

O presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro Sérgio Moro

O presidente Jair Bolsonaro e o ex-ministro Sérgio Moro Foto: Adriano Machado/Reuters

Na transmissão de ontem feita por Bolsonaro nas redes sociais, ele citou o nome do ex-ministro e o desejo que seus apoiadores tinham de que Moro, antes da separação com o presidente, fosse o indicado pelo presidente ao STF. “No ano passado inteiro e até abril deste ano vocês queriam quem mesmo? Sérgio Moro. E me ameaçavam no Facebook o tempo todo. ‘Se não for o Moro para o Supremo, acabou.’ Vocês querem que eu troque o Kassio pelo Sergio Moro? Responda aí? Acha que vai ser um ministro lá que vai ser leal as nossas causas? Será que vai ser aprovado no Senado Federal”, disse.

Pelo Twitter, Moro citou sobre a “verdadeira natureza” do presidente. “Simples assim, se o PR @jairbolsonaro não indicar alguém ao STF comprometido com o combate à corrupção ou com a execução da condenação criminal em segunda instância, todos já saberão a sua verdadeira natureza (muitos já sabem)”, escreveu o ex-juiz.

Tuíte apagado por Moro

 

Tudo o que sabemos sobre:

sergio moroJair BolsonaroKassio MarquesSTF