Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Moro não vê necessidade de presos usarem máscaras

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, enumerou as medidas de prevenção da covid-19 no sistema carcerário brasileiro em live do Itaú nesta manhã de quinta, 23, sem levar em conta a necessidade do uso de máscaras pelos presos. “Esse material está sendo disponibilizado principalmente a agentes penitenciários. Havendo disponibilidade, pode até passar para presos. Mas a estratégia mais eficaz vem sendo o isolamento”, disse ele. Com três mortes de encarcerados registradas no País pela doença, a população carcerária é um grupo de risco em razão da alta incidência de casos de tuberculose nos presídios. Em 2018, por exemplo, um levantamento feito pela agência de notícias apública mostrou que a doença respiratória contaminou 10 mil indivíduos, representando 35 vezes mais casos de tuberculose que na população livre. Segundo o ministro outras medidas profiláticas dão conta do recado, como uso de equipamentos de proteção individual e álcool-gel, além de outras “medidas de higiene”.

Segundo o ministro outras medidas profiláticas dão conta do recado, como uso de equipamentos de proteção individual e álcool-gel

Segundo o ministro outras medidas profiláticas dão conta do recado, como uso de equipamentos de proteção individual e álcool-gel Foto: Dida Sampaio/Estadão

Como você leu ontem aqui no BRP, o Conselho Nacional de Justiça afirmou ser ilegal a proposta do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), ligado ao Ministério da Justiça, de utilizar contêineres para isolar presos no sistema carcerário durante a pandemia do novo coronavírus. A proposta será discutida em reunião do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária (CNPCP), composto por 13 especialistas nomeados pela pasta, nesta quinta-feira, 23.

Tudo o que sabemos sobre:

sergio moroPresosmáscarascoronavírus