Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Moro não vê risco de autoritarismo

Equipe BR Político

O futuro ministro da Justiça, Sérgio Moro, afirmou nesta segunda, 3, em Madri que “jamais” faria parte de um governo que executasse políticas públicas discriminatórias contra minorias ao ser questionado sobre as recentes declarações homofóbicas, racistas e misóginas do presidente eleito Jair Bolsonaro.

“Não vislumbro no presidente eleito um risco de autoritarismo ou risco à democracia (…) As pessoas às vezes dão declarações infelizes (…), isso não significa que se traduziriam em políticas públicas concretas e não há nada que indique que adotará políticas discriminatórias contra as minorias no Brasil”, afirmou o ex-magistrado da Lava Jato ao lado do escritor Mario Vargas Llosa.

 

Tudo o que sabemos sobre:

sergio moroJustiçaJair Bolsonaro