Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Moro nega que mudança na PF seria ‘moeda de troca’ em indicação ao STF

Gustavo Zucchi

O ex-ministro Sérgio Moro foi rápido em responder a principal acusação de Jair Bolsonaro na tarde desta sexta-feira, 24. No Twitter, Moro negou que tenha condicionado uma troca no comando da PF a sua indicação ao Supremo Tribunal Federal. “A permanência do Diretor Geral da PF, Maurício Valeixo, nunca foi utilizada como moeda de troca para minha nomeação para o STF. Aliás, se fosse esse o meu objetivo, teria concordado ontem com a substituição do Diretor Geral da PF”, disse Moro. No pronunciamento de Bolsonaro há pouco, o presidente disse que seu ex-ministro avisou que a troca poderia ser feita em novembro, após sua indicação ao Supremo.

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro

O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sérgio Moro Foto: Eraldo Peres/AP