Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Moro: percepção de corrupção é culpa do STF

Equipe BR Político

O ministro Sérgio Moro (Justiça) atribuiu a decisões recentes do Supremo Tribunal Federal, como a de rever a possibilidade de prisão após condenação em segunda instância, o aumento da percepção de que o governo não combate de forma efetiva a corrupção, detectada pela mais recente pesquisa Datafolha. Ele concedeu entrevista à Folha em que tratou do assunto. “Respeitosamente o que acontece é uma percepção geral, e o que aconteceu nesse período para que essa percepção piorasse foi a revogação do precedente da segunda instância. Isso implicou a soltura de pessoas que estavam condenadas, inclusive por corrupção. Então, as pessoas às vezes têm uma percepção geral e atribuem ao governo. O governo está trabalhando, respeita essa decisão do Supremo, mas está trabalhando com afinco para o restabelecimento da prisão em segunda instância”, afirmou.

Ele negou que haja divergências com Jair Bolsonaro, classificou como “fofocas e intrigas” de Brasília o “superdimensionamento” de crises como a tentativa do presidente de mexer na Polícia Federal, afirmou não ver qualquer risco de medidas autoritárias por parte do governo e defendeu a proposta de excludente de ilicitude retirada no Congresso do pacote anticrime, negando que ela possibilitasse uma licença para matar em alguns casos.