Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Moro sob chuvas e trovoadas

Equipe BR Político

O caso da divulgação das conversas entre o ex-juiz Sergio Moro e o procurador da Lava Jato Deltan Dallagnol é mais político que jurídico, e deverá deixar o ministro da Justiça debaixo de chuvas e trovoadas. É a análise de Eliane Cantanhede em sua coluna nesta terça-feira no Estadão. Ela diz que é pouco provável que haja anulação de sentenças a partir do que já foi divulgado, e que as relações mais próximas entre as partes já eram conhecidas.

“Uma coisa é certa: a ida de Moro para a Justiça foi muito melhor para Bolsonaro do que para o próprio Moro e pode até ser que ele vá dormir toda noite pensando se fez bem ou não, à sua biografia, à sua vida privada e até à Lava Jato, ao virar ministro de um governo tão estranho, adepto de armas, empenhado em beneficiar maus motoristas etc. Mas não são esses hackers e as mensagens que saíram até agora que irão derrubá-lo. Muito menos do pedestal na opinião pública.”