Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Mourão ignora curva de desmatamento de maio de anos anteriores

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O vice-presidente Hamilton Mourão comemorou no último dia 9 que o índice de desmatamento na Amazônia foi menor “nos últimos anos”, durante a reunião do Conselho de Governo, mas ele omitiu que em maio de anos anteriores a 2019 o desmatamento foi maior. De acordo com o sistema Deter/Inpe, a perda florestal foi de 641 km2 entre 1º e 28 de maio deste ano, contra os 739 km2 de 2019. Mas em 2018 o desmatamento foi de 550 km²; 2017, de 363 km²; e 2016, 408 km².

“O desmatamento no mês de maio caiu para o mínimo comparado com anos anteriores. Então o nosso primeiro objetivo foi conquistado”, disse ele.

Como mostrou o Estadão, no mesmo dia, o Inpe divulgou a consolidação dos dados do Prodes referentes ao período de agosto de 2018 a julho de 2019, e indicou que a devastação da floresta no primeiro ano do governo Bolsonaro foi ainda maior do que a apontada previamente. No período, a Amazônia perdeu 10.129 km². A taxa oficial atualizada agora representa uma alta de 34,41% em relação aos 12 meses anteriores e é simbólica por ter sido superior aos 10 mil km². Entre agosto de 2017 e julho de 2018, a perda havia sido de 7.536 km².

 

Tudo o que sabemos sobre:

desmatamentoAmazôniaHamilton Mourão