Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

Mourão não vê decreto como combate à violência

Equipe BR Político

O presidente em exercício, general Hamilton Mourão, afirmou na manhã desta segunda-feira, 21, à Rádio Gaúcha, que o decreto que facilita a posse de armas, assinado pelo presidente Jair Bolsonaro na semana passada, não é uma medida de combate à violência. Mourão disse ainda que o ministro da Justiça, Sergio Moro, tem “medidas para segurança pública” a serem anunciadas, informou o Broadcast Político.

“Esta questão da flexibilização da posse de armas, eu não vejo como uma medida de combate à violência. Eu vejo apenas, única e exclusivamente como o cumprimento de promessa de campanha e que vai ao encontro aos anseios, em grande parte, de parte de eleitorado dele”, afirmou Mourão.