Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

MP-RJ encerra investigação sobre suposta ‘rachadinha’ de Flávio

Equipe BR Político

Exclusivo para assinantes

O Ministério Público do Rio de Janeiro (MP-RJ) informou que concluiu a investigação sobre o suposto esquema de “rachadinha” no gabinete do hoje senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ) quando ele era deputado estadual no Rio de Janeiro. O próximo passo, segundo informou a instituição, é a decisão de denunciá-lo ou não.

O senador Flavio Bolsonaro

O senador Flavio Bolsonaro Foto: Dida Sampaio/Estadão

Em nota, o MP-RJ afirmou que “o Grupo de Atuação Especializada no Combate à Corrupção (Gaecc/MP-RJ) encaminhou na segunda-feira, 31, ao procurador-geral de Justiça o procedimento criminal referente ao “Caso Flavio Bolsonaro”, comunicando a conclusão das investigações. Por essa razão, os autos, que estão sob sigilo, foram remetidos à Subprocuradoria-Geral de Justiça de Assuntos Criminais e de Direitos Humanos (Sucriminal/MP-RJ) para prosseguimento”.

O filho do presidente Jair Bolsonaro foi investigado por peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa, em suposto esquema do qual faria parte seu então assessor parlamentar Fabrício Queiroz, demitido em 2018, quando surgiram os primeiros indícios de irregularidade no gabinete de Flávio. Queiroz está em prisão domiciliar no Rio de Janeiro.

 

Tudo o que sabemos sobre:

Flávio Bolsonarorachadinha