Imagem da Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

por Vera Magalhães e Marcelo de Moraes

MP vai recorrer de decisão do TCU

Equipe BR Político

O Ministério Público junto ao TCU vai recorrer da decisão do tribunal que absolveu o deputado distrital Agaciel Maia (PR), ex-diretor-geral do Senado, e o ex-senador Efraim Morais (DEM-PB), em processo que investigou contratos de informática do Senado de 2005 a 2009. Em 2012, o prejuízo calculado pela corte com superfaturamentos era de R$ 14 milhões.

O ministro Aroldo Cedraz, que havia se declarado impedido de julgar o caso no passado, decidiu votar na noite de quarta passada, 12, a favor dos investigados. Ele foi deputado pelo PFL, hoje DEM. Já o presidente do TCU, Raimundo Carreiro, que também votou a favor de Maia e Morais, havia se declarado impedido em outro processo, segundo o órgão, um desdobramento do primeiro processo.

Tudo o que sabemos sobre:

Aroldo CedrazRaimundo CarreiroTCU